Católica de Vitória Centro Universitário Educação Física muito além das academias – Vestibular 2019
Blog da UCV

Educação Física muito além das academias



O movimento e o esporte encantam você? Já pensou em fazer Educação Física, mas pensa que a atuação está restrita somente à academia?  Saiba que o campo de trabalho é bem vasto.

Na Católica de Vitória você pode optar pelo Bacharelado ou Licenciatura, o que pode trazer algumas dúvidas na hora de escolher. Embora sejam parecidas, as duas graduações apresentam diferenças que precisam ser levadas em conta.

A licenciatura é voltada para a formação de professores da educação básica, enquanto o bacharelado habilita o profissional a atuar em diversas outras áreas, inclusive academias. Nas duas modalidades, os estudantes irão aprender sobre os conhecimentos específicos da Educação Física, tais como: anatomia aplicada; atividades aquáticas; ginástica geral, desenvolvimento motor, dentre outras.

A diferença começa em relação aos conteúdos direcionados à formação de professores — que acontece somente na licenciatura, em que são desenvolvidas habilidades como: didática geral; psicologia da educação, etc.

O caminho da licenciatura foi o escolhido pelo ex-aluno da Católica de Vitória, Victor José Machado de Oliveira, aprovado no concurso para professor adjunto da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (FEFF), da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), na área de Formação Profissional em Educação Física. Ele traçou toda sua trajetória voltada para a sala de aula.

Já no terceiro período do curso, ele participou da criação do Grupo de Pesquisas em Educação Física, e aí recebeu base para tentar o mestrado em Educação Física na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Assim que terminou o mestrado fez a seleção para a primeira turma do doutorado. Victor estudou o tema da saúde nas aulas de Educação Física escolar, durante o mestrado. No doutorado, pesquisou o tema da saúde nos currículos de formação inicial em Educação Física do CEFD/UFES. “Procurei transitar nessa área da saúde, voltada para uma perspectiva das Ciências Humanas e Sociais e da Saúde Coletiva”, disse.

Para assumir a vaga na Federal do Amazonas, Victor pediu exoneração do cargo de professor supervisor do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), firmado entre a UFES e a Prefeitura Municipal da Serra, onde trabalhou desde 2013 até 2019.  “E esse era o meu objetivo desde o início, ser professor da educação básica e, depois, ser professor universitário”, afirmou.

O mais interessante é que o aluno pode ampliar sua área de atuação optando pelas duas formações. Como as grades curriculares são bem parecidas, é só se formar primeiro em um dos cursos e depois fazer uma segunda graduação, aproveitando grande parte das disciplinas.

Assim, o segundo diploma será obtido rapidamente, sem que o estudante precise dedicar outros quatro anos estudando.

Categorias :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *