SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CURSO – Sistemas de Informação

Sistemas de Informação é na Católica

INSCREVA-SE


Duração : 4 anos

Turno : Noturno

Presencial: R$ 820,00/mês

Matriz Curricular

Conectando pessoas e organizações por meio da informação.

A matriz curricular do curso de Sistemas de Informação da Católica de Vitória visa integrar teoria e prática por meio do desenvolvimento de sistemas e projetos computacionais. É possível destacar a disciplina Projeto de Sistemas, em que o aluno desenvolve um projeto com base em briefings reais, integrando teoria e prática. Nessa disciplina, o aluno deve apresentar alguma necessidade computacional identificada no mercado/sociedade e desenvolver uma proposta que solucione a questão. O curso possui 280 horas de estágio, que são realizadas em empresas de TI da Grande Vitória. Todos esses estágios são acompanhados e supervisionados, sendo possível direcionar o acadêmico às práticas profissionais no âmbito dos sistemas de informação. As visitas técnicas promovidas à Petrobrás, Embratel, Unitera, entre outras empresas, possibilitam maior interação com práticas profissionais diversas e sua consolidação por meio dos conceitos teóricos apresentados no curso. Ainda é possível destacar o Projeto Integrador, que propõe aos alunos o desenvolvimento de um produto de tecnologia que vai se aprimorando e ganhando novos componentes à medida que o aluno avança no curso.

Sistemas de Informação é na Católica de Vitória.

O Curso de Sistemas de Informação promove a articulação entre a teoria e a prática por meio de ações multidisciplinares. Através do Projeto Integrador, os alunos desenvolvem projetos de computação integrando competências e habilidades de, pelo menos, duas disciplinas. É possível destacar os projetos: “Livraria Virtual”, cujo objetivo é informatizar os serviços e os produtos oferecidos por livrarias por meio do comércio eletrônico e “Solution Fitness”, que tem por objetivo desenvolver um sistema de gerenciamento de academias. A Iniciação Científica também se faz presente, uma vez que os alunos são motivados a escrever e submeter projetos. Atualmente, existem dois projetos em andamento: “Mensura” – um aplicativo que visa medir objetos por meio de dispositivos móveis, e um “Aplicativo sobre dautonismo”, que tem como objetivo auxiliar pessoas com essa deficiência a identificar mais corretamente as cores.