Blog da UCV

Por uma arquitetura que caiba no bolso!



Descobrir que a profissão que você escolheu pode transformar a vida das pessoas, cumprir uma missão e realizar sonhos de uma forma acessível. Foi o que três ex-alunos de Arquitetura e Urbanismo da Católica de Vitória Centro Universitário vislumbraram quando ingressaram no curso. O contato com as comunidades do Romão, Forte São João e outras atendidas pela faculdade nos projetos de extensão, ampliou a visão de Matheus Vieira, Nathalia Sodré e Thaynara Oliveira.

Os três iniciaram o curso com a visão um tanto elitista que a profissão sugere, do glamour de realizar obras grandes e caras, mas foram impactados com toda a vivência no atendimento às pessoas de baixa renda, vendo suas necessidades e descobrindo o quanto um lugar digno de moradia exige pelo menos um pouco de arquitetura.

Juntos eles abriram o escritório Pólis Arquitetura há um ano. Com o conceito de “Arquitetura Pagável” o lema é realizar projetos que caibam no bolso de cada cliente. E é justamente isso, eles constroem os sonhos dentro da possibilidade de cada pessoa, seja parcelando e facilitando a forma de pagamento, ou propondo soluções criativas. O negócio cresceu tanto, que os três tiveram que acelerar os planos. Antes trabalhando de casa, em home office, agora estão inaugurando a sala no Centro de Vitória para conseguirem dar vasão a todas as demandas.

Matheus Vieira conta que seus olhos abriram logo no início para essa responsabilidade social do arquiteto, que sua profissão poderia melhorar a vida de muita gente e que também havia uma demanda reprimida de pessoas de querem construir, mas pensam que é muito caro. “ Me emociono quando penso nos meus momentos no curso e de todos os ensinamentos que recebemos, seja em sala de aula, seja com as pessoas. Foi transformador. Tenho certeza que em nenhuma outra faculdade eu teria essa experiência porque está na missão da Católica formar profissionais com foco no social, que concedem discernir as necessidades. Então hoje sou um profissional e uma pessoa muito melhor graças à Católica de Vitória”, afirma

 

 

Categorias :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *